Financiamento de pesados tem alta de 27,8% no semestre

Bom desempenho foi puxado pelas vendas de caminhões; CDC continua sendo financiamento mais utilizado

A venda de caminhões e ônibus por meio de financiamento cresceu 27,8% no primeiro semestre de 2021. Assim, 148.329 vendas feitas no período contaram com algum tipo de crédito. Para comparação, de janeiro a junho de 2020 o número foi de 116.100 transações. Segundo levantamento da B3.

Nesse sentido, a maior alta ocorreu nos caminhões. Assim, foram 138.120 novos e usados. Logo, o crescimento foi de 31,7%. Ou seja, ante as 104.845 vendas feitas no primeiro semestre de 2020.

Os caminhões novos ganham participação. Assim, as 73.608 unidades representam alta de 47,6% ante as 49.860 vendas do primeiro semestre do ano passado.

Financiamento de usados em alta

Segundo o levantamento, as vendas de usados também cresceram. Logo, 64.517 vendas tiveram algum tipo de financiamento de janeiro a junho de 2021. Ou seja, alta de 17,3% na comparação com igual período em 2020, quando 54.985 unidades tiveram o pagamento financiado.

Nesse sentido, a falta de caminhões novos contribuiu para o avanço da busca por seminovos. Segundo profissionais do setor, dependendo do modelo a espera pode chegar a 120 dias.

CDC é o financiamento mais procurado

Segundo o levantamento, o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) é o mais utilizado. Nesse sentido, essa linha apresentou alta de 30,5%. Ou seja, de janeiro a junho de 2021 foram vendidos 126.763 caminhões e ônibus por meio de CDC. Para comparação, no mesmo período de 2020 foram 97.163.

Além disso, o consórcio vem ganhando participação nas vendas. Assim, 16.806 caminhões e ônibus foram vendidos neste ano por meio de consórcio. De acordo com a B3, em 2020 o número foi de 14.694. Portanto, a alta neste semestre foi de 14,4%.

Fonte: Estradão

Tags

#Caminhao - #Mercado -

 

 

×

Ola!

Clique em um de nossos atendentes ou envie um email para site@setcergs.com.br

×